E que venha o “corte bordado”…


Por Léo Costa

Nos dias atuais, com a internet nas pontas dos dedos, tudo vira tendência ou até mania em pouco tempo.

De uns meses para cá, tenho sido frequentemente questionado por clientes e ex-alunos a respeito do “corte bordado”.

Muita gente não sabe exatamente o nome, mas se refere como “aquele corte feito com uma máquina” ou “aquele corte que só tira as pontas”.

Enfim, o que hoje é chamado de bordado, não é nenhuma invenção do século 21 não… apenas não havia sido criado um equipamento que automatizasse esta função ainda, e também ainda não havia recebido um nome bonito!!!

A proposta do “Split Ender”, como é chamado o aparelho criado para este fim é muito bacana, ele vai cortando apenas as pontas dos fios, independente do seu comprimento. Dessa forma, as pontas duplas são removidas e o aspecto geral dos cabelos melhora, sem que seja reduzido o comprimento.

Tudo isso é muito legal, mas com esse equipamento, infelizmente pontas que estão saudáveis também são removidas, por isso não é aconselhável seu uso indiscriminado.

Mas se isso não é algo tão novo assim, é porque existe outra forma de cortar as pontas duplas, sem alterar o comprimento dos fios?

Sim. Exige certa habilidade, mas não mais do que o necessário para se realizar um bom corte.

corte_bordado

A técnica consiste em trabalhar com mechas bem finas, passando a mecha por baixo do dedo indicador, por cima do dedo médio e por baixo do anelar. Ao correr a mexa fina entre os três dedos, as pontas vão aparecendo.

Aí é que está o segredo: se cortar TODAS as pontas que aparecerem, você estará cortando também as pontas saudáveis. Se o objetivo é eliminar apenas as pontas duplas, o ideal agora é escolher quais pontas cortar e quais não cortar.

Essa é a grande diferença de se usar ou não o “Split Ender”, que facilita e muito o trabalho. Eu prefiro o método tradicional, que permitirá escolher claramente quais pontas devem ou não ser cortadas, mesmo que isso me dê um pouco mais de trabalho do que com o “Split Ender”.

O tempo necessário para este corte é em geral o dobro de um corte normal, por isso normalmente os profissionais praticam valores maiores, normalmente o dobro do valor de um corte convencional.

Se você é cliente, pergunte a respeito ao seu profissional de confiança.

Se você é profissional, faça o teste das duas formas. Veja qual o método que mais lhe agrada.

.: TOCA HAIR – VISAGISMO – DIA DA NOIVA E DO NOIVO – BELEZA E BEM ESTAR :.

Compartilhar no Facebook