Enfim, Visagismo!?!?


Por Leo Costa


Recentemente estive em um evento organizado pelo Sebrae, onde o foco principal era uma análise da nova lei que regulamenta a relação de parceria entre salões e profissionais de beleza.

Diante de tudo o que foi discutido, estranhamente o que mais me chamou a atenção foi uma discussão que se iniciou a respeito do visagismo, o que me motivou a escrever a respeito.

Algumas pessoas se manifestaram dizendo que o visagismo nada mais era do que a escolha do corte correto para cada pessoa.

Outros reclamaram que os novos profissionais, formados em visagismo, não estão preparados para realizarem o que propõem aos seus clientes.

Alguns dos presentes afirmaram Ainda que a visagismo atrapalha, por ser incompleto comparado à consultoria de imagem.

Infelizmente esse tipo de discussão não é de hoje. Temos no mercado um grande número de “profissionais visagistas” que se auto intitulam depois de assistir a um workshop de três horas sobre o tema.

Há Ainda as pessoas que não conseguem compreender a utilização do visagismo, e obviamente acham mais simples criticar do que se especializar.

Felizmente conheço um grande número de profissionais que atuam com a prática do visagismo da forma correta, deixando claro para os clientes o diferencial deste recurso quando bem utilizado.

Para terminar, nunca é demais lembrar que o visagismo não compete com a consultoria de imagem, e também não se limita a encontrar o melhor corte. O objetivo principal é a personalização do visual de cada um, buscando atender às necessidades que cada indivíduo possui, pessoal ou profissionalmente, valorizando sempre o que cada um tem de melhor em seu visual, de acordo com os seus objetivos.

Acredite no seu potencial.

.: TOCA HAIR – VISAGISMO – DIA DA NOIVA E DO NOIVO – BELEZA E BEM ESTAR :.

Compartilhar no Facebook